Uma Paris com Disney, Versalhes e tudo mais

Paris, ah Paris! Não seria uma fala minha antes de maio deste ano. A cidade mais visitada do mundo não estava na minha lista de desejos para ir turistar novamente, não sei explicar ao certo o porque, mas acredito que seja pela minha imaturidade quando perlambulei por lá em 2009, estando em intercâmbio na Alemanha e indo a Paris para visitar uma grande amiga. Falo imaturidade pois Paris não é uma cidade para ficar batendo foto sem parar e depois conhecer ela através da câmera do celular, e sim uma cidade para se observar sentado em um charmoso café e ver o tempo passar… Depois disso tu já te sentirá integrado e tudo se transformará em uma experiência maravinhosa, assim como foi a minha passada por Paris dias atrás.

Antes de começar a relatar os passeios, pensei em dar as dicas práticas de hospedagem e de como transitar…

HOSPEDAGEM:

Para se hospedar em Paris tem que “rebolar”; precisa-se pesquisar muito para não cair em fria ou pagar caro. A cidade de Paris é um círculo e quanto mais perto da Champs Elysees mais carinho fica, no entanto encontrei um lugar no décimo primeiro distrito, muito bem localizado, perto do metrô, de mercado e outras coisas. Se chama Luna Park Hotel, reservei do Booking. A diaria custou 60,00€  sem café da manhã (o hotel até tem a opção com café mas não compensa, pois o mercado fica na rua de baixo e lá compramos coisas do nosso gosto, com certeza melhores que as oferecidas pelo hotel). Esse hotel é bem simples, o mais simples desta trip, mas ainda assim o mais caro, porque Paris é muito requisitada. Bom, recomendo o hotel porque foi um achado mesmo, abaixo segue o link dele no Booking:

https://www.booking.com/hotel/fr/luna-park.pt-pt.html?aid=318615;label=Portuguese_Brazil_PT_BR_27123291865-KcGUZoRcp8cDoHmMkKidIgS217275087983%3Apl%3Ata%3Ap1%3Ap2%3Aac%3Aap1t1%3Aneg%3Afi23274907667%3Atiaud-181873118643%3Adsa-302962658775%3Alp1031687%3Ali%3Adec%3Adm;sid=c986c602eddff6bbf62481191761c367;dest_id=-1456928;dest_type=city;dist=0;hapos=1;hpos=1;room1=A%2CA;sb_price_type=total;sr_order=popularity;srepoch=1561493255;srpvid=cec88d8391240017;type=total;ucfs=1&#hotelTmpl

img_7435
vista do nosso quarto, nada mal.

TRANSPORTE PÚBLICO:

Funciona muito bem e não há razão para não usar, você só vai precisar de um mapinha dele e isso no próprio hotel já se consegue. Aliás você já pode usar o trem partindo do aeroporto, pesquise o endereço do seu hotel e já saia economizando os muitos euros que vocêe gastaria de transfer ou os muitíssíssimo caros taxis.

E quando for comprar os tickets a dica é comprar de 10 em 10 pois compensa muito e com certeza você os utilizará: 10 ticktes custam 14,90€ e individualmente o ticket sai por 1,90€.

dsc01945
quando digo que em 2009 eu batia foto de tudo, isso era para mostrar a minha família o que era um tram, coisas de adolecente de cidade pequena, hehe.

ALIMENTAÇÃO:

Só uma pinceladinda: Tenho algumas sugestões, mas o que sugiro como dica de economia sempre, ainda mais em lugares que se paga em euros é: faça mercado; além de encontrar coisas diferentes, experimentar a vida dos locais, você fará uma economia considerável. Mas a dica master é comprar um vinho branco ou rosê, algumas frutas diferentes para você experimentar, um suco, umas bolachinhas que são deliciosas e coloque tudo isto na sua ecobag e vá fazer um piquenique, que em Paris a minha sugestão é aos pés da Torre Eiffel ou no Jardim Luxemburgo;

Outra dica de economia é a seguinte: em Paris todos os restaurantes oferecem água de graça e isso é muito bem aceito por todos, não precisa ficar com vergonha que não vai parecer esmola. Apenas peça uma “carafa d’eau” e lhe trarão uma garafa de vidro com água potável da torneira, mas se pedir “water”, virá água mineral e esta será cobrada.

E quando estiver pelas ruas o que não da para deixar de comer é um crepe. Eu diria que o melhor crepe que eu conheço é de um trailer (verde) perto da casa da minha amiga, no metro Alésia, na frente de um Burger King, no outro lado da rua. Custa 3 euros e é otimo.
Mas crepe tem por todos os cantos, nos pontos turistícos eles podem custar uns 3€ (ou mais) e não serem muito bons (finos, sem muito recheio), então tenta comer este mais afastado dos pontos principais, que vai ter mais nutella, hehe.

TURISTANDO:

Para os passeios você precisa decidir se você vai querer usar do ônibus turístico, o tal Big Bus ou se vai utilizar do metrô.

O Big Bus é legal, a primeira vez que esive em Paris curti muito o ventinho no rosto e pela praticidade de descer e ficar na atração uns minutos e assim que enjoar pegar outro big bus e descer onde eu quisesse. Mas desta vez como não iria em todas as atrações e nas quais eu fui ia quando me liberava da minha pesquisa de moda (sim a minha ida a Partis desta vez foi para ver moda e também minha amiga).

Segue abaixo as informações do Big Bus : 2 opções

1) Circuit Classique « Rouge ». Pontos turisticos classicos. Rota :
https://www.bigbustours.com/fr/paris/circuit-rouge-classique-paris/
2) Circuit Montmarttre “Blue”. Tour Montmartre. Rota :
https://www.bigbustours.com/fr/paris/circuit-bleu-montmartre-paris/
Preço : várias opções, pode se comprar no site ou no onibus, porém no site é uns 3€ mais barato.
1 dia, 2 rotas : 35,10€ adulto e 17,10€ criança (site)
2 dias, 2 rotas + passeio barco: 46,80€ adulto, 23,40€ criança.
Link site preços : https://www.bigbustours.com/fr/paris/billets-passes-tour-paris/billets-visite-bus-paris/?qty%5Badult%5D=0&qty%5Bchild%5D=0&focus=top-filter-form/

PASSEIOS:

Os clássicos: Torre Eiffel, Arco do Triunfo, Notre Dame, Igreja de la Madeleine, Opéra National de Paris, Basílica de Sacré Coeur, Invalides (Museau das Armas), Panthéon… alguns destes lugares, se você puder vale ir 2 vezes: de dia e a noite.

Sobre os museus, são vários e vai depender do seu gosto: Louvre, Orsay, Rodin,
Invalides e Versailles (este último fica fora de Paris). O 1° domingo do mês é gratuito mas cuidado, alguns (poucos) como o Louvre agora, fazem gratuito no 1° sabado à noite (a partir das 18h).
Os preços você tem de consultar no site de cada museu e para evitar filas é
melhor comprar antecipado pelo site, mas na ultima vez que fui no Louvre, vi que o preço estava mais barato comprando no local mesmo (certamente por causa de espera gigantesca das filas). Para quem vai no Louvre o melhor é começar pela parte
do Egito e Grécia, que é o mais interessante e bonito (na minha opinião). Deficientes não pagam para entrar no museu (no caso dos deficientes visuais, o acompanhante não paga também), mas claro, tem que te provar com uma carteirinha. Para estudantes e idosos é mais barato. No verão (julho/agosto) tem eventos no Invalides (Nuit des invalides) é um  espetáculo de som e luz bem bonito na noite. E em Versailles também tem espetáculo, o Eaux Musicales, geralmente nesses momentos os preços mudam, no caso o de Versailles o jardim não é gratuito.

Para os amantes de museus que vão ficar mais dias em Paris acredito que vale muito adquirir o Museum Pass que é um passaporte que você paga um único valor e tem direito de entrar em tudo, hehe, ops, nem tudo, na Torre Eiffel você tem que comprar separadamente. Segue o link do museum pass:

http://www.parismuseumpass.com/

NOTRE DAME

A catedral gótica mais antiga do mundo está em reformas desde o incêndio que comoveu o mundo, mas no entanto você consegue ter uma boa vista dela da Pont Notre Dame.

img_8077
espero em breve que a catedral esteja aberta para visitas e você já possa conhecer as dependências dela.

Depois da Visita a Notre Dame que vai ser curta pelos próximos tempos, recomendo as duas atrações abaixo:

PONT  E RUA DES ARTS

Esse bairro fica pertinho da Notre Dame e vale muito a passada por lá. Essa rua e bairro é no bairro dos artistas e por isso há varias galerias de arte por lá, tanto que a ponte que fica no final dela chama-se Pont des Arts. Essa ponte é muito conhecida por nós como ponte dos cadeados ou ponte dos namorados, mas em  2015 os cadeados tiveram que ser retirados pois a estrutura da ponte do século 19 corria riscos de desabar por conta do peso. Foram colocados vidros para que os apaixonados se intimidassem, mas sabe, existem loucuras de amor e o povo anda escrevendo no vidro…melhor não arriscar, já pensou pagar uma multa por destruir patrimônio público?  Não há amor que resista, hehe.

img_8138
Rue das Arts, vontade de morar nessa foto.

 

Saindo da ponte siga pela rua  Saint-André des Arts, veja as galerias e se tive um tempinho, tome um café ou um chopinho no Bar da Marché, ótimo lugar para observar a vida parisiense.

img_8177
é ou não um encanto?

JARDIM LUXEMBURGO

Este é o maior e mais bonito jardim de Paris, vale muito uma paradinha por lá para um piquenique ou apenas uma voltinha para contemplação. Este jardim é muito frequentado pelos parisienses que almoçam por lá, descansam nos milhares de bancos ou até mesmo no gramado. Tem um belo lago e se fores com crianças esse é o lugar para deixar eles gastarem a energia nos brinquedos e no carrocel que também há por lá.

As entradas ficam na rue de Vaugirard, place Edmond Rostand, place André Honnorat ou rue Guynemer. Tudo muito próximo a Notre Dame.

MUSEU DO LOUVRE

Se por algum acaso a idéia de museu não lhe agrada ou até mesmo você não disponha de um dia inteiro para um museu (na verdade para olhar tudo se precisa uns 3 dias), vá ao menos até o centro dele, para a observar essa cidade Louvre hehe… eu gosto mais de ir lá à noite, na verdade fui quase que de madrugada nessa última vez que estive em Paris, foi quando tinha terminado meu tour de 20km fotografando sapatos, então o presente foi ver a pirâmide iluminada. Para entrar nesse interior não se paga nada.

img_7872
Ver o Louvre a noite foi a recompensa de 20km de caminhada atrás de sapato e estutando: No foto! hehe

E uma ótima dica para dar uma relaxada é fazer uma paradinha no Le Café Marly, um café charmosinho que fica dentro das dependências do Louvre. Porque um café bem saboreado em Paris é imprescindível para o sucesso da sua passada na cidade luz.

TORRE EIFFEL

Era 17 de maio deste ano, eu acabara de descer em Paris e já tinha uma surpresa reservada. Minha amiga estava me esperando no Trocadero e a surpresa era a comemoração de 130 anos da Torre Eiffel e também 10 anos de amizade com a Tanise; tínhamos muito a comemorar. Então começou uma músiquinha e a torre foi se iluminando… foi lindo!

img_7227

Processed with VSCO with b1 preset
Essa é minha amiga Parisiense, Tanise que me ajudou com muitas dicas deste post.

Bom para quem não vai no dia de soprar as velhinhas, todas as noites ela se ilumina com luzes brancas e pisca em alguns momentos, lindo também.

dsc02258
em 2009, estava numa fase bem deprimida, saudades da família que não veria por um ano.

Esse lugar, no gramado aos pés da torre, é ótimo para se fazer um piquenique…

Outra dica, para quem tem planos de subir a Torre Eiffel é, se quiser fazer isso em dezembro, já vá comprando sua entrada agora, pois por vezes as reservas esgotam com seis meses de antecedência. E comprar na hora é loucura, a fila gira em torno de 4 horas.  Segue o link para comprar o ticket:

https://www.toureiffel.paris/fr/tarifs-horaires

Informações: Sobe-se pelas escadas ou de elevador (preços diferentes), mas não da para ir de escada até o topo. A escada vai até o 2° andar e custa 10,20€. A escada + elevador até o topo custa 19,40€. Elevador até o 2° andar 16,30€ e até o topo 25,50€

E outra dica para tirar uma ótima foto da Torre sem niguem ao lado é a Avenue de Camoens.

ARCO DO TRIUNFO

Este lugar reserva um segredo que poucos sabem, da para subir neste monumento e ter uma bela vista da cidade e principalmente da Champs Elysees. Claro que se paga para isso, mas se você tiver adquirido o Museum Pass, está incluído e é doidera não aproveitar, pois é rapidinho.

img_7235
quase sendo atropelados; o trânsito neste lugar com as suas 8 pistas é algo a se observar, você fica a todo o momento pensando que vai dar batida… No horário da foto já era madrugada, hehe

CONCORDE

Essa praça tem inúmeras histórias… muita cabeças rolaram por lá… mesmo assim é uma bela pedida quando fores a Champs Elysees e o Arco do Triunfo. O ideal é começar o tour pela Torre Eiffel, seguir até o Arco e depois ir decendo a Champs e finalizar na Concorde, que fica no final da Champs. É uma bela caminhada.

BASÍLICA DO SACRÉ COEUR

A Basílica do Sagrado Coração é uma ótima pedida para quem além de ver a bela basílica quer ver Paris do alto sem pagar nada por isso. A basílica foi construída no ponto mais alto justamente para que abençoe toda a cidade, sendo assim, ela tem uma vista maravilhosa que só por isso valeria subir todas aquelas escadas.

DSC_1454

A basílica fica no bairro de Montmartre e logo quando se chega de metrô se cai numa ruazinha com muitas lojinhas de souvenirs.

E para se chegar a basilica sem muito esforça há um funicular já na saída do metrô Anvers. Se estiveres por lá no verão é uma boa pedida.

img_8021
sem fôlego na subida, de vez em quando batia uma selfie… por fim até que gostei dessa que pegou essa florzinha linda atrás de mim.

Ah, tem uma dica para de segurança, Paris não é aquela cidade que tem assalto a mão armada, porém nos pontos turísticos e principalmente na Sacré encontrei aquele pessoal das fitinhas, eles pedem para amarrar no seu braço e depois te cobram valores exorbitrantes, se você se negar a pagar eles te tiram o dinheiro…então não dê papo.

MOULIN ROUGUE

É uma casa de show, um pouco brega, um pouco pornográfica e muito teatral. Pena que um pouco meio cara, mas se tu tiveres tempo e dinheiro é uma boa pedida. Fica pertinho do Arco do Triunfo.

PASSEIO DE BARCO PELO SENNA

Esse passeio é para os apaixonados, me arrependo de não ter feito, mas nessa viagem tínhamos nos programado para fazer o passeio pelo Danúbio em Budapeste e aconteceu aquela tragédia no dia em que perdemos o barco e agora o que nos resta é agradecer por estarmos vivos e deixamos esse clima de romantismo aceso para a próxima ida a Paris.
São várias opções e companias. Preços um pouco diferentes um do outro mas o caminho é o mesmo (ou praticamente o mesmo). Geralmente os passeios duram 1h. Também tem  passeios que oferecem almoço ou janta, ai o preço deve subir para algo tipo uns 70/80€.
Eu gosto do “Bateaux Parisien”, que se pega no Sena bem na frente da Torre, à direita. Custa 15€ por adulto e 7€ por criança. Se compra lá no local mesmo e sai a cada 30 min.

Também tem o Bateaux-Mouches que da para pegar embaixo do Pont de l’Alma. Segundo o site custa 14€ por adulto e 6€ para crianças.
Tem também o “Vedettes de Paris”: 15€ adulto, 7€ criança. Pega-se também na frente da torre, à esquerda. Entre outros esse oferece, passeio + champagne ou passeio + crepe (um pouco mais caro). Compra no local, mas também pode comprar no site deles.

VERSALHES

DSC_1443

Para aqueles que ficam mais de 3 dias em Paris ou para quem gosta muito de castelos e jardins, o Palácio de Versalhes é um bom passeio. Este é um passeio de um dia inteiro, pois para visitar todos os aposentos do palácio preci-se de 2:30hrs. E para os jardins mais umas 3 horas no mínimo, se tiveres pouco tempo para os jardins uma boa pedida é o passeio de bike, procure por isso na entrada do jardim.

E uma dica primordial: a entrada do Versalhes precisa ser comprada antecipadamente pelo site porque na hora as filas são enormes. E mesmo comprando antecipado indico chegar antes das 9 horas da manhã, pois há filas até para quem já comprou os tikets. A fila menor é para quem tem o museum pass.

img_7297
esta fila era para quem já tinha comprado a entrada no site, ela andava bem, mas foi mais de uma hora de fila, então chegue cedo.

A entrada no palácio custa 27€ no dia que em que as águas dos chafariz estão ligadas ( sim, cobram a mais quando ligam) e 22€ quando for um dia normal.

DSC_1452
percorrendo os jardins, esse lugar é pertinho do palácio que o rei construiu para a sua amada

img_7369

img_7404
eu não posso ver uma árvore que preciso dar um upa apertado, hehe.

Para ir até Versalhes de metro, você ṕega a linha laranja Oberkampf até Gare d’Austerlitz, depois o RER C amarelo (metrô que liga as redondezas de Paris) até Versailles. Descendo do metrô fica próximo, uns minutos de caminhada. Mas é bom que tu veja direitinho o trajeto no Google Maps.

img_7412
ruazinha de acesso ao palácio… Versalhes deve ser uma cidade interessante para se ver além do palácio.

DISNEY

Para quem vai ficar mais de três dias em Paris ou para os apaixonados por Disney, vale muito ir conhecer a Eurodisney.

Eu estive lá me divertindo em 2009, minha amiga e eu andamos umas três vezes na casa das bonecas, foi uma loucura, hehe.

img_5148
vou confessar que na época foi o que mais gostei de Paris, também pudera, as duas fechamos nos gostos dos brinquedos e a chuva era mero detallhe.

Para ir de Paris a Disney:

Precisa-se ir de trem o qual chama-se de RER ( Réseau Expréss Régional que é o metro que atende os suburbios de Paris), então você pega o RER A e desce no final da linha “Marne La Vallée”. Precisa sair cedo pois leva 1h de ida. Por exemplo, saindo do centro de Paris da estação “Chatelet Les Halles”, o melhor horario é pelas 08h30.

Algumas linhas do RER estão interligadas através do metrô, dentre elas destacamos algumas mais conhecidas: Chatelet Les Halles, Gare de Lyon e Nation  e depois pegue com direção a estação Marne-la-Vallée / Chessy.

Para comprar os bilhestes se dirija ao balcão da RATP na estação de partida.

Na volta, se for verão, o parque fecha mais tarde, então é melhor não demorar muito para sair quando termina o espetáculo noturno, pois os metros param pelas 00h45. Geralmente, da tempo de voltar sem problema se não ficar parando na sainda do parque. No inverno é tranquilo pois fecha mais cedo.

São 2 parques ! Disneyland Paris e Disney Studios. Quem vai somente um dia e quer conhecer mesmo o parque, sugiro que faça somente 1 parque, o Disneyland. É la que estaão as princesas e tudo que faz a Disney ser a Disney. Para quem tem mais tempo ou quem vai dormir lá, ver os dois parques é legal. Além dos dois parques tem o “Disney Village” que é um canto entre os parques e os hoteis onde tem vários restaurantes, cinemas… em resumo é um lugar ótimo para o pessoal que está nos hotéis. E é isso que pode-se fazer quando a pessoa perder o trem! Pois depois que os parques fecham, esse local fica aberto mais tempo …

Os preços variam: 1 dia 1 parque, 1 dias 2 parques, dependendo do período do ano as vezes se encontra o preço por 59€ adulto, 45€ criança (1 dia 1 parque). Tem que consultar o site para ver quando tem as promoções e quando tem eventos, pois os eventos e férias fazem os preços ficarem mais altos. Tem de cuidar também pois pode ter preço mais barato mas somente para certos dias da semana, é muito importante ler direitinho antes de comprar. Aconselho a comprar pelo site. Pode-se para comprar quando chega nos parques, mas as filas são enormes…

Segue o link:

https://www.disneylandparis.com/en-gb/

O Ingresso inclui todos brinquedos e espetáculos dentro do parque, exceto o espetáculo do “Bufalo Grill”. Lá dentro só se gasta com a comida, souvenirs, presentes.

E única coisa que eu digo, não se vai na Disney sem ver o espetáculo nortuno! É lindo!

Bom e a dica primordial da Disney é baixar o app Disneyland Paris para ficar ligado no mapa e encontrar as atrações e também para ver qual o tempo de fila de cada atração e ir definindo o que fazer primeiro.

E se tu puderes se hospedar por lá, porque não?!
A dica é consultar o site para ver as promoções dos hotéis. Volta e meia tem promoção. Os hoteis mais pertos dos parques são os de 4 e 5 estrelas. Porém da para ir a pé de todos os hoteis da Disney até os parques, mas também tem onibus gratuitos.
Preço :
https://www.booktickets.disneylandparis.com/tnsa64/live/shop/1/MAINFRCD/pluto/index.php?vld=
1&affid=SECUTIX&tduid=32454335543R

E também é bacana consultar a programação antes de chegar no parque, assim da para preparar o que tu vai quer ver, principalmente as fotos com os personagens :
https://www.disneylandparis.com/fr-fr/divertissements/spectacles-et-parades/

O melhor dia para ir à Disney é terça-feira. Finais de semana lota, segunda lota porque todo mundo tem a ideia de que vai estar vazio, quarta é recesso escolar na França, quinta em diante já considerado final de semana.

DETALHES:

Uma última dica de passeio e a que acho mais importante, contrate uma internet para utilizar por lá, pois é impressindível o uso do Google Maps. Outra dica para os museus: a maioria deles só aceita pagar a entrada em dinheiro, não aceitam cartões, então assim que você decidir onde vai, se programe e veja no site de cada um como pagar o tickets caso você escolha comprar na hora.

E para sua estadia em Paris ser a melhor possível, vou te dar uma dica a mais: os parisienses costumam nos tratar melhor quando iniciamos uma fala ou agradecemos com palavrinhas mágicas, seguem abaixo algumas:

Bonjour/Bonsoir (Bom dia, Boa tarde, Boa noite)
S’il vous plait (por favor)
Merci / Merci beaucoup (obrigado / muito obrigado)
Excusez-moi (Com licença)
Pardon (desculpa)

No mais curta Paris com calma e bem consciente, assim será uma belissíma experiência.

img_8065
Feliz por meus dias em Paris, muito bem aproveitados

Até o próximo post; vai ser sobre Praga, que foi para onde me desloquei depois de Paris. E nao deixe de ler o post com dicas de como organizar essa viagem para o leste europeu.

Merci beaucoup pela atenção, beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: