Santiago com Maipo, Réveillon 2018, parque Arauco e mais dicas

Santiago de novo???

Sim, depois de 2 anos retornamos a Santiago. É uma cidade grande e com muitas coisas para oferecer. Mas a justificativa maior é que ainda faltava fazer uma das principais atrações, o Cajon del Maipo. Além disso gosto de sobrevoar as cordilheiras.

Bons motivos né? Então vamos lá…

Uma observaçãozinha… tenho um post bem completinho de Santiago de quando estive lá em maio de 2015; procura no Blog e junta com esse novo post que vai ter muito o que fazer em Santiago.

Cheguei na cidade dia 22 de dezembro. Dia 23 fiz o Maipo e dia 24 tomei um voo em direção ao norte da Patagônia. Como queria muito ter um reveillon em grande estilo, voltei dia 31 de dezembro a Santiago. Conto tudinho abaixo e bem detalhado como sempre.

Cajon de Maipo.

Para mim é uma das três principais atrações para quem vai a Santiago, claro que depois de Vale Nevado e a visita as cidades praianas Viña del Mar e Valparaíso. Mas ainda não é tão batido, pelo que entendi faz pouco que é turístico.

Contratamos esse passeio pelo Decolar.com ao custo de R$ 200,00 por pessoa. O passeio tem duração de 10h, sendo que as 7h da manhã a van veio nos buscar no hotel.

Andamos um pouco mais de 1h e chegamos a cidadezinha de São José Del Maipo, onde paramos por uma hora para caminhar ao redor da praça e bater algumas fotos. Confesso que achei meio perda de tempo, mas como dizem, está no pacote e acredito que é para dar uma ajuda para o comercio local.

img_0182
Praça principal de São Jose del Maipo: apelidei de praça da depressão; Cinzenta e aquela hora da manhã era pura solidão. rsrs

img_0186

img_0184
Essa igreja ja resistiu a diversos terremotos, não é lá muito bonita mas pelo menos ainda está de pé. rsrsrs

Depois seguimos ao nosso destino, a represa de Embalse El Yeso.

Não demora muito e a paisagem começa a ser interessante. Fui entendendo que o caminho até o destino fazia muito parte da atração como um todo.

Aí em alguns pontos paramos para fotos:

img_0220
Nessa foto se pode ver a seca dessa região das cordilheiras. Apesar de parecer calor, se dá muito mal quem não leva um casaco para esse passeio. A medida que fomos subindo ia refrescando e onde fazia vento a sensação térmica era de uns 12 graus.

Outra explicação sobre a foto acima: ela demonstra bem a seca que há do lado oeste da cordilheira ( lado do pacífico). Algo que escutei muito nessa viagem, sobre a chamada chuva orográfica.

Entendi que como as montanhas das Cordilheira dos Andes são altas as nuvens chegam perto e o contato com elas causam a precipitação da chuva e assim não as nuvens não atravessam para o outro lado. Isso explica porque é chuvoso e úmido à leste da cordilheira dos Andes e super seco à oeste (lado do pacífico). A umidade vem da Amazônia e precipita toda nas encostas.

img_0195
Vimos também alguns avisos sobre os vulcões (não tenho certeza se esse monte que está atrás é um vulcão)
img_0213
nessa foto é possível ver os diversos tipos de solos que tem nessa região.

Fomos sacolejando e subindo cada vez mais pela região das cordilheiras. Escrevi sacolejando por que depois da cidade de São José a estrada é de chão batido, ou melhor, estrada de pedras soltas e em alguns pontos é bem ruim e até perigosa. Ouvi relatos de acidentes e não há como ser diferente em um lugar com tantas curvas fechadas e muitos pontos onde só passa um veículo por vez. Então, de preferência, é melhor ir com guia e de excursão.

E depois de sacolejar bastante, chegou a recompensa: a vista para a represa turquesa.

img_0001_02
Feliz por chegar e ver que o lago era turquesa mesmo, em tempos de muita manipulação de fotos, sempre se tem esse medinho, não é mesmo?

A Embalse (tradução: reservatório, represa) El Yeso é uma represa de água, uma lagoa turquesa. Ela acumula águas do degelo a 2500 metros de altitude em meio a um vale de montanhas nevadas. E por isso que essa represa virou ponto turístico.

Esse reservatório abastece toda a cidade de Santiago e quando se está lá não se tem muito a dimensão de tamanho do reservatório, o motivo da falta de percepção é que ao redor dela ficam os imensos paredões das montanhas. Briga de beleza das grandes.

img_0001_07

A represa turquesa é um dos lugares mais lindos e exóticos do Chile. O silêncio, o vento e as imensas montanhas nevadas merecem um momento de contemplação. E não há como não ficar hipnotizado com a grandeza e o encanto da Cordilheira dos Andes no Cajón del Maipo.

img_0001_08

Uma dica sobre roupas, calçados e o que levar: Vá vestido roupas confortáveis e sempre leve um casaquinho corta vento.  Mesmo no verão, os ventos deixam a sensação térmica muito abaixo da dos termômetros.

Calçados confortáveis, pois a van para no início da represa e para a exploração é necessário uma caminhada de 1km. Já quem vai no inverno deve escolher um calçado para encarar a neve.

Outra dica é utilizar protetor solar e óculos escuros, a altitude faz com que os raios UV sejam bem agressivos.

E para esse passeio indico levar água e algo para comer. A van para na ida e na volta em São José del Maipo, mas a cidade é bem pequena e se alimentar por ali é difícil, os restaurantes não oferecem estrutura para o turismo e o relato das pessoas da van que foram nos restaurantes é de que faltava higiene até nas louças. Então, a melhor coisa para esse dia é levar ao menos um sanduíche e água, embora haja um piquenique no final do passeio, é algo mais simbólico, não para matar a fome.

E falando em comes e bebes, depois de perambular pela represa nos encontramos todos (a turma da van) em um cantinho escolhido a dedo, com uma vista estratégica para a represa e lá fizemos o piquenique:

img_0338
a pedra é só para segurar a toalha, ok?

Um bom vinho, coisa que no Chile não é difícil de se achar, sucos, salgadinhos, queijos e salames. A quantidade pode ser pouca, mas é tudo muito gostoso ainda mais naquele lugar paradisíaco.

img_0341

img_0001_10
todo mundo com vergonha de ser o primeiro a se servir… mas, como diz aquele tradicional ditado:  Para se comer, chama-se uma vez só! Ufa!!! acabou o meu drama. hehe

Depois do vinho, tomamos o caminho de volta. Mas antes paramos no acampamento da Vial Pascal, que era onde o pessoal que construiu o Embalse el Yeso morava. Após a inauguração em 1967 as construções chegaram a ser utilizadas como base militar mas pouco tempo depois foram abandonadas e seguem assim até hoje.

img_0001_04

Ali também se pode avistar uma geleira, que fica bem acima das montanhas, em meio a cordilheira. É uma geleira bem pequeninha, ainda mais para quem já esteve no Perito Moreno. (aliás tem post de lá).

img_3893
Observe a geleira que está bem no topo.

Antes de voltarmos para a cidade de São José, paramos para ir ao banheiro. Detalhe: tem de pagar como podem ver na foto abaixo, mas como era a única opção do percurso, fui!

img_0001_09

Então, novamente voltamos a praça da depressão que agora tinha várias barraquinhas de artesanato e estava bem movimentada. Oba, gente! adoro gente! hehehe

img_0357
praça que já não era mais da depressão.

Sobre o réveillon em Santiago!

Os chilenos lotaram as ruas ao redor da Torre Entel para ver o tão esperado show de fogos!

img_3221
A chilenada chegando!

Nunca havia visto uma concentração de tanta gente; de acordo com a previsão deles, perto de um milhão de pessoas prestigiando o evento.

Os chilenos compram fantasias e saúdam com grande alegria o novo ano. Penso que seja com o mesmo entusiasmo que nós brasileiros comemoramos o carnaval.

img_3235
A chilenada chegou e fez a festa.

É bonito de ver tamanha alegria, foi contagiante e nos fez bem, pois no dia anterior havíamos perdido uma pessoa querida e ainda estávamos com os corações em luto.

Tudo foi muito tranquilo, tanto que fomos e voltamos a pé da torre, num percurso aproximado de 1km.

Com este post aproveito para desejar um 2018 de muitas viagens e boas experiências a todos!

Parque Arauco em Santiago.

Para uma tarde livre recomendo o combo parque + Shopping Arauco.

img_3162

Começamos pegando um uber, sim uber, onde há uber vá de uber! É pratico, rápido e barato, alem do mais o metrô 🚊 tem sua última parada cerca de 2km longe do parque. Deixe para caminhar e se desgastar onde é bonito, neste caso dentro do parque.

Peça para parar no estacionamento do shopping, nos fundos. Assim tu estará de frente para o portão principal do parque.

Descubra o parque, ele é enorme e com vários atividades, até praia artificial tem.

img_3185
praia artificial. Vale né, mesmo tendo a praia de Viña del Mar e Valparaíso a duas horas de Santiago.

Esse parque é dos mais bonitos de Santiago e também da uma boa vista para os prédios mais bonitos da cidade, principalmente para o famoso e o mais alto da América Latina, o Sky Costanera.

img_3168

img_3177
Muitas flores e espaço livre para prática de esportes.

img_3198
E o que mais me encantou no parque foram essas abelhinhas:

img_3192
Parecem as abelhinhas de desenhos animados.

Aí pesquisei um pouquinho sobre elas e descobri que estão a caminho da aduana brasileira.👝🐝👝🐝👝🐝

Descobri o nome científico delas…Bombus terrestris e tem apelido tbm.. mamangava-de-cauda-branca. ☺️

Elas são nativas do continente europeu e os produtores chilenos as buscaram pelo grande poder de polinização, elas contribuem para o aumento de produção de vergarias. Porém, podem ameaçar as plantas e animais nativos, pois competem com eles e podem transmitir doenças para as outras abelhas ou plantas que visitam.😳

Bom, bonitinhas elas são… será que o ferrão dói? Achei tão inofensivas que fiquei filmando , hehe! 🐝🐝🐝🐝

Depois que já estiver relaxado, vá ao shopping que é uma boa pedida.

img_3209-1 Por lá você encontra as lojas mais tops e caras e outras tradicionais como Zara (minha preferida, tem muita variedade e trabalha com roupas de custo acessível, diferente do Brasil onde a marca tem preços bem altos) e Ripley.

img_3215 O shopping tem grande parte de estrutura a céu aberto onde funcionam as lojas de grifes como Armani, Louis Vuitton, etc. Também conta com restaurantes dos mais variados.

img_3219
Tem freddo gente!!! Só ele já vale a visita!!!

Para voltar ao hotel use da meia hora grátis de Wi-Fi que o shopping proporciona e chame um uber, hehe.

Hospedagem em Santiago:

Uma dica de hospedagem em Santiago: Lastarria é o bairro mais bohemio, ainda mais do que o Bella Vista onde ficamos em 2015. Porém o hostel em que ficamos no Bella Vista era muito melhor, quartos espaçosos e tal. Então se for quiser minha dica de hospedagem, vá no blog e leia o post “Santiago da neve e praia”. Mas não deixe de conhecer esse o bairro Lastarria, que é tomado por artistas de rua e sempre rola música boa por lá.

img_0125
Lastarria: para os amantes de artes e boa comida.

img_3152

img_0124
galerias de feiras de artesanato.

 

img_0152-2
a minha mãe que inventou essas bonecas, heheh. quando eu tinha uns dez anos ela me deu uma, fez numa noite de sábado e antes de irmos na missa no domingo de manhã ela me deu. São coisas que não saem da lembrança.
img_0158
o clima de Santiago no verão é uma delícia para ficar assim na calçada bebendo vinho ou cerveja.
img_3302
Rua do hotel

E também se fores se hospedar por Lastarria, há um mercado bem grande onde se pode comprar alimentos para os lanches e principalmente uns vinhos para levar para casa, que sempre valem muito a pena pela qualidade e preço absurdamente baixo.A foto da latinha de cerveja X garrafa de vinho de 1,5 lt é para mostrar o quão barato custa o vinho e quão caro a cerveja. Quase o mesmo preço. E olha que a cerveja era bem ruinzinha, enquanto o vinho era um Concha y Toro.

img_0361
Esse rio precisa de muita água do Maipo para encher. Isso fica no caminho do bairro Lastarria e Bella vista, claro que isso durante o dia, a noite mesmo que te digam que é tranquilo, não vá a pé, use o uber.

Pátio Bella Vista forever!

Agora, outra dica para um final de tarde perfeito: Pátio Bella Vista; é simplesmente perfeito.

img_0374
As ruas do Bella Vista também possuem muitos bares, mas eu gosto muito mais do Pátio Bella Vista.
img_0473
Vista para o Cerro San Cristobal com essa bebida que é sucesso em Santiago!! Aprovei!
img_0377
a entrada para o pátio fica na rua e se você passar meio rápido é capaz de nem ver.
img_0384
vista para o prédio mais alto da América Latina, o Sky Costanera!

img_0432 No pátio os valores de bebidas e comidas é um pouco mais alto que na rua; se quiser economizar a dica é a seguinte: vá ao pátio para uma bebidinha de entrada e depois vá se esbaldar nas ruas principais do bairro Bella Vista.

E importante: a noite não volte a pé, tome um uber.

Bom, essa segunda passada por Santiago, me deixou satisfeita e agora com sentimento de dever cumprido.

E para um roteiro bom em Santiago, vá ao blog (link na bio) e veja o que fizemos em maio de 2015, quando estivemos por lá, aí junte com as dicas atualizadas e tá feito, só ir!

Chicos e chicas, em breve falarei de Bariloche, kussies da Frida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: