Cusco, onde ficar comer e o que fazer:

Cusco é mais que a cidade base para se ir a Machu Picchu; sim, também é uma bela cidade e tem o lago Humantay que é imperdível (terão posts separados). Mas, como dizia, Cusco tem mais a oferecer e isso que vou mostrar nesse post.

Chegamos em Cusco – de onibus – vindo da Bolívia (La Paz – Copacabana – Isla del Sol). Chegamos exaustos mas lá tivemos a sorte grande de um hotel bem aconchegante estar a nossa espera.

O Hotel: ao chegar, pensamos que estávamos diante de uma fria; O hotel fica na rua Saphi, ao lado da polícia. Da rua só se vê o enorme portão de madeira velha em meio ao paredão; abrimos o portão e parecia ser um cortiço estilo a vila do Chavez, mas aí mais portas foram se abrindo até chegarmos no nosso quarto (um flat completinho e aconchegante). A diária ficou em 250 soles e valeu a pena. Reservamos pelo Booking. Casa Saphy B&B.

img_0712-1
Calle Saphi, a rua do hotel, bem próximo a Plaza de Armas

O que fazer em Cusco?

– Mercado de São Pedro: É um tendel; sujo, e bagunçado hehehe, mas para conhecer a cultura e se sentir em Cusco, tem que ir. É o mercado mais tradicional de Cusco e por lá você encontra de tudo, desde roupas, souvenirs (lugar mais barato) até comidas, verduras e etc. Lá também tem lugar para lanches, almoços ou só para tomar um suco feito na hora. Mas eu não tive coragem, o ambiente é muito sujo e cheirava mal.

img_0592

Frutas, carnes, roupas de lã, souvenirs…

O mercado fica na Calle Santa Clara esquina com a Ccascaparo e o melhor jeito de se ir é de Uber.

Bem em frente ao Mercado de São Pedro fica um supermercado (Orion); vale a passada nem que seja para comprar uma garrafa de água e uma barra de cereal (gostei de um que era uma mistura de todos os tipos de pipoca com mel) e caminhar pelos corredores.

Achei bem incomum a forma como eles comercializam a farinha, arroz… tudo a granel; inclusive até as azeitonas. Na verdade da um nojinho, hehehe.

Essa bolinha branca é batata, uma das muitas qualidades que eles tem por lá:

Do mercado vá caminhando pela Calle Santa Clara e em alguns metros chegará na praça de Santa Clara e também no convento de Santa Clara, que pode ser visitado a um custo de 10 soles. Abaixo fotos da caminhada:

img_0606
no caminho pela Calle Santa Clara se passa por este pórtico

img_0636

img_0634
nos arredores da praça de Santa Clara tem arte e souvenirs.
img_0623
a entrada do convento de Santa Clara.
img_0619
interior do convento, muito lindo.
img_0629
para se ter uma noção de como é a questão segurança no Peru, os bancos não possum nem mesmo porta giratória

Outro lugar bem perto dali é a Igreja de Santo Domingo, fica próximo a praça de Armas seguindo pela avenida El Sol.

img_0853
Calle El Sol

Igreja De Santo Domingo e a rua charmosa em que ela fica, vale a pernada até lá.

Na Igreja também há um museu aberto a visitações por 10 soles. Ao lado da Igreja tem um outro museu que é gratuíto e nele também funciona uma lojinha onde as moças atendentes explicam um poouco da cultura gratuitamente.

Dali, o destino obrigatório é a Plaza de Armas, onde num giro se encontra mil ofertas para jantar, hehehe; é chato o pessoal dos restaurantes te abordando, mais é assim em quase todo ponto turístico do mundo.

img_0783
Plaza de Armas!

img_0790

No mais, descubra as ruazinhas charmosas que tem nas proximidades da Plaza e que são lindas e cheias de cafés (que são uma boa para o friozinho que faz no inverno por lá).

img_0638

img_0655-1

E como irão te ofertar muitas opções de jantar, vou te dar a minha dica:

Restaurante Andean Grill, fica na Calle Plateros nas proximidades da Plaza de Armas.

img_0956

A dica aqui é a seguinte: eles possuem um “menu especial” que só é ofertado como última tentativa de te por para dentro do restaurante; há sempre alguem na porta explicando o menu (concorrência grande), mas, quando não demonstramos interesse, o cara nos ofertou o tal menu especial, que custava apenas 25 soles e tinha: entrada, prato principal, sobremesa e bebida (até mesmo vinho) inclusos; isso é mega barato e ainda mais considerando o ambiente bacana que tem o restaurante.

Outra dica é ir comer uma comidinha de bar e sacudir o esqueleto no “Mama África”, que fica na Plaza de Armas e é frequentada por turistas e locais. Não é cobrado entrada e para te fisgar na rua até drink grátis oferecem.

img_0938

Cusco é uma cidade de turismo e bem organizada para a situação geral do Peru; já vi uns anos de avanço em comparação a Bolívia.

Nos próximos posts escreverei sobre Machu Picchu e Lago Huamantay, alé lá.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: