Amsterdam

Amsterdam – Holanda 🇳🇱 maio de 2016

Esta cidade tem uma energia única. É como se fosse uma espécie de parque de diversões da Europa. Nos finais de semana a cidade lota de turistas em busca de alegria e descontração.

Além disso conta com uma arquitetura muito bonita e com diversos canais que cortam a cidade e a deixam com um clima romântico e leve. Também contribui para o alto astral da cidade o estilo de vida holandês que prioriza o bem estar e as liberdades individuais, o que acaba por contagiar também os turistas.

Então, como não ser feliz num lugar destes? Nós fomos; e muito. E com este post pretendo matar um pouco da minha saudade e lhe mostrar tudo; então vamos as dicas:

Uma parte importante da experiência em Amsterdam são as diferentes formas de transporte. Você pode locar uma bicicleta ou uma scooter ou até mesmo locar com seus amigos uma “beerbike”;  também pode andar de tram ou então de barco pelos canais. Todas as formas te levarão para belíssimos lugares.

Bicicleta: Sem sombra de dúvidas a melhor forma de conhecer a cidade é pedalando. Para isso existem várias empresas que alugam bike por lá; não é necessário reservar, mas se for em finais de semana, procure ir bem cedo pela manhã. O valor médio do aluguel é de 15 euros por 24 horas e a diária adicional é de 8 euros. Para você alugar será necessário apresentar passaporte e deixar uma caução de 50 euros ou o número do seu cartão de crédito; preferi deixar os “50tão”. Outra dica é fazer o seguro que a locadora oferecerá ao custo de 3,50 euros por dia. Junto da bike, você receberá um cadeado e é recomendado usar.

Veja que a bike é preferência nacional.

Tram: é uma espécie de bonde 🚋 moderno, o qual utilizamos para ir no Heineken Experience. É prático porque circula nas ruas principais, custa apenas 2,80 euros e o bilhete é válido por uma hora.

img_0827-2
o tram circula em meio as pessoas e é preciso ficar atento principalmente quando se está de bike; cuide para não se atrapalhar com os trilhos.

Táxi elétrico: Nesta cidade são poucos, porque é bem desnecessário uma vez que o aeroporto tem ligação com o centro via trem e o centro da cidade é pequeno. Agora uma observação: os poucos taxis que vimos eram elétricos! isso demonstra o nível de evolução deste país.

Beer bike: Se você estiver em grupo, não deixe de fazer, pois o clima é ótimo e penso que é uma oportunidade única de entretenimento. Esta alegria custa em média 350 euros por grupo de 5 a 9 pessoas e o passeio dura 1:30 horas e inclui 20 litros de chopp.

https://www.beerbike.co.uk/

Scooter: Me arrependo de não ter locado uma, pois além de estilosas devem dar um pouquinho mais de emoção ao passeio. Os valores para se alugar uma scooter são de +- 50 euros por dia. Elas andam nas mesmas faixas e respeitam as mesmas regras de trânsito das bicicletas.

educação no trânsito também é algo normal em Amsterdam.

Passeio de barco:  Para uma pitadinha de romance, recomendo uma voltinha de barco ao entardecer. O custo para esse passeio é cerca de 16 euros. Existem 14 paradas e 3 rotas diferentes, então dá para aproveitar bastante.

São tantas boas opções de transporte que o que falta são mais dias na cidade para poder usufruir de todas.

O que fazer em Amsterdam?

Para o primeiro dia indico desbravar a cidade; o melhor jeito para se fazer isso é pedalando. Saia sem rumo percorrendo as ruelas por entre os canais e ocasionalmente estacione sua bicicleta em umas das muitas boutiques de queijos que existem pela cidade e deguste sem moderação (só não esqueça de comprar alguma coisa também né).

img_1841
que vitrine heim???

 

Conheça todas as pontes, pois todas são diferentes e por incrível que pareça, cada uma que você descobre é mais linda que a anterior.

Não deixe de observar a loucura da arquitetura dos prédios, tortos, são muitos ou quase todos.

Aproveite o aluguel da bicicleta e estique até o Vondel park, compre algumas coisas para um piquenique e lá sim tu se apaixonará pelo estilo de vida das pessoas que moram nessa cidade. Eles simplesmente atiram suas bikes à beira do lago, ligam seus rádios 📻 portáteis e curtem a natureza e a boa vida. É nesta hora que você se pergunta o porque de não ter nascido ali…quem sabe para na próxima encarnação?!

Ainda sinto o sabor deste wrap; foi delicioso esse dia.

Depois do pequinique quando o sol estiver perto de se por, você pode pegar sua bicicleta e ir em direção ao  Brouwerij, que é um bar muito bacana que funciona em um antigo moinho de vento.

No segundo dia indico fazer o Heineken Experience. Mais do que um museu, como o próprio nome diz é uma experiência. Imperdível para os amantes de cerveja.

A entrada custa 18 euros, ou 16 antecipado comprando pelo site. O passeio acontece numa antiga fábrica da marca (a primeira deste império) e lá  você aprende sobre a história da Heineken, se diverte nas atrações interativas, aprende a tirar a cerveja de modo profissional e ainda de quebra toma dois choops durante o passeio.

Também é justo que se conheça os cofee shops e seu entretenimento “alternativo”.

img_1814
variedades de maconha em flor.

E depois experimente um waffle: existem diversas docerias pela cidade e como o chocolate Holandes é de qualidade a satisfação é garantida.

img_1834
dos muitos que comi nos dias em que estive em Amsterdam, esse consegui esperar para tirar uma foto antes de abocanhar rsrs; tarefa difícil.

E a noite é obrigatório a espiada no Red light district, agora o consumo não se torna tão obrigação né. Mas não deixe de tomar uma Heineken em um dos bares das ruas principais.

img_1889
fotos somente nessa distância, pois as moças não gostam e não permitem fotos em que podem ser reconhecidas. Elas ficam nad vitrines encenando que estão ao telefone e o charme rola solto… sabe que nem achei tão vulgar?!

E por fim não se esqueça que a Holanda é o pais das tulipas 🌷🌷.

Na cidade você encontrará esse museu/loja e em feirinhas que se pode comprar sementes para plantar em casa (mas elas costumam ser bem chatinhas com clima).

O que também existe e me arrependo de não ter ido é o um parque de tulipas, se chama Keukenhof, abaixo segue um link de dicas para tal passeio:

https://www.ducsamsterdam.net/keukenhof-como-visitar-parque-flores-holanda/

img_0811

Onde se hospedar?

A melhor localização com certeza é a região central no bairro Jordan, perto de tudo, onde se pode ir a pé ou de bike a vários museus e bares e também é perto da estação de trem.

As bikes você pode cadear nos postes em frente ao hotel; fique tranquilo que no outro dia estará tudo certinho.

Ficamos no hostel My Home, com excelente café da manhã e a diária do quarto privativo era de apenas 50 euros. Uma barbada e foi uma experiência bem bacana.

A facilidade de ser um hostel também nos possibilitou a economia de poder utilizar a cozinha para preparar nossos almoços; comprávamos alimentos de preparação fácil e usávamos o micro ondas; havia um mercado bem próximo. Para ir ao mercado é necessário levar sacolas, se não terás que carregar nas mãos suas compras pois assim como na maior parte da europa, eles não fornecem sacolas.

Como a regra é aproveitar bem o dia, os almoços precisam ser rápidos. Então essa facilidade de comprar pronto e lanchar no hostel nos deu toda essa praticidade e economia para investir mais nos jantares.

Esse

Esses potinhos de salada geralmente vem um molho especial e é uma de minhas refeições preferidas em viagens.

E no mais, divirta-se em Amsterdam e se puder ficar mais dias sempre é bom, pois deste lugar sempre terás saudades.

img_1601

Nesta viagem realizei meu sonho de adolescente; um sonho que me conduziu a um segundo sonho, que foi de fazer um intercâmbio na Alemanha com o propósito de estudar e conhecer a Europa e principalmente Amsterdam. Fiz o intercâmbio em 2009, mas não encontrei companhia para ir a cidade holandesa e essa era um frustração para mim, não que não se possa ir sozinha, mas na época eu era meio “xucra” e o medo bateu. No entanto agora, conhecendo a cidade o desejo de voltar é ainda maior do que antes de não pisado por lá; fiquei totalmente apaixonada pela cidade e muito em breve pretendo voltar.

Grande abraço fridas e fridos e os deixo a vontade para me questionar sobre possíveis dúvidas.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: