Rio de Janeiro, a cidade Maravilhosa com uma esticada em Angra.

Demorei para escrever sobre o Rio. Teve um momento que pensei que não precisaria, pois as dicas são lógicas, mas no entanto tive alguns pedidos e então… lá vai!

Estive no Rio no final de 2011 e infelizmente não voltei mais; Lamento pois tive uma ótima experiência e o que vi foi realmente uma cidade maravilosa. Só não voltei  pois tenho muitos outros pontos do mundo pra conhecer até… até vir um baby rsrs; isso mesmo.

A melhor epoca para ir ao Rio é no carnaval, mas não é a melhor opção para quem precisa economizar. Nesse caso, acredito que o período de setembro a novembro seja bom pois as passsagens são mais em conta e o calor também não é tão grande.

Onde se hospedar:

Um dos melhores lugares para se ficar é o Leblon. Foi lá que fiquei e com certeza seria para lá que voltaria, aliás, moraria lá se isso fosse possível. Caminhei por lá tranquilamente e mesmo a noite não é tão inseguro, mesmo nos tempos atuais segundo meus contatinhos. A praia por lá é maravilhosa, os restaurantes e atrações para a noite também dão um clima especial ao lugar.

dsc09650
sabe aquela coisa gostosa de se fazer um lanche olhando o movimento e tomando um solzinho? Leblon permite.

dsc09643

E como andar por lá? a pé, de bike, ou, para trechos longos de uber.

Quantos dias ficar?

As atrações são muitas e daria para ficar pelo menos uma semana sem enjoar… Mas, se as férias forem curtas, três dias inteiros já dá pra curtir as atrações mais tops.

Primeiro dia: City tour pelos pontos turísticos

– o tradicional tour turístico nos pontos principais: Cristo e pão de açúcar. Este tour fiz de van, mas se quiseres pode fazer por conta própria pegando um uber e assim ficar o tempo que quiseres em cada lugar.

Comprei esse tour no decolar (dou sempre preferência ao decolar pela segurança e praticidade) e achei bem completinho, custa R$ 230,00 por pessoa com ingressos inclusos. A saída é pela manhã e aprimeira parada no Pão de Açúcar, onde fica-se cerca de 01:30h no local. O Pão de Açúcar é um complexo de morros localizado no bairro da Urca, é composto pelo Morro do Pão de Açúcar (que dá nome ao complexo), pelo Morro da Urca e pelo Morro da Babilônia. A atração por lá é o bondinho/ teleférico que liga a Praia Vermelha, o Morro da Urca e o Morro Pão de Açucar e na última estação se tem uma vista maravilhosa da cidade o que? maravilhosa. Então se a cidade tivesse só esse ponto turístico iria igual, mas tem muito mais.

dsc09528

Vista_do_Morro_Dona_Marta
“Foto da internet” O Pão de Açúcar banhado pela Bahia de Guanabarra  é o cartão postal junto com o do Corcovado mais famoso do Brasil e conhecido mundialmente!

Lembro-me do espanto que tive quando morei na Alemanha e a família que me hospedou tinha uma foto do Pão de Açúcar sobre a estante; aí percebi o quanto querido e admirado o Rio é no mundo inteiro.

– Depois segue-se o City Tour pelo Centro com visita à Catedral, visita ao sambódromo, passando pelos Arcos da Lapa e Cinelândia. Dessa parte ficaria somente com a ida a Escadaria do Selarón que liga os bairros da Lapa e Santa Teresa.

Selarón que trabalhou e montou esse gigantesco mosaíco de 250 degraus com seus próprios recursos me deixou encantada. Na época ele ainda era vivo e eu tive a sorte de encontra-lo por lá.

– Aí se faz uma parada para almoço e após segue-se para o Corcovado, percorrendo a Floresta da Tijuca que é a maior floresta urbana do mundo.

dsc09422
De lá nos pés do cristo tive mais vontade de olhar para baixo do que para cima, também veja na foto acima a vista da cidade, a Baía da Guanabara, as praias da Zona Sul e a Lagoa Rodrigo de Freitas.

Assim termina o passeio e todos que estiverem hospedados na Zona Sul (Leme, Copacabana, Ipanema e Leblon) são deixados nos hotéis.

Segundo dia: Angra

dsc09908
Uma das mais de 300 ilhas de Angra; Lugar onde se pode aproveitar para tomar um banho nesse marzão de cor esmeralda.

Um dos principais motivos de ir ao Rio para mim era conhecer Angra, então tomei uma excursão e fui passar o dia. Adorei a ideia de excursão pois estava sozinha e queria compania, aí conheci uma família de nordestinos os quais tenho contato ainda hoje! viva as novas amizades que fazemos em viagens.

Peguei um pacote com transfer do Rio a Angra, com passeio de barco pelas 300 ilhas e almoço incluso; hoje achei o mesmo no decolar por R$ 314,00.

Tudo correu muito bem, tivemos algumas paradas para banho, almoçamos e passamos pelas ilhas mais famosas de Angra, foi um grande dia e a noite fui novamente deixada no meu hotel no Leblon.

Terceiro dia: Jardim Botânico, Copacabana, Forte de Copacabana e Lagoa Rodrigo de Freitas.

dsc00052

Como estava no Leblon fui caminhando até o Jardim Botânico, andei pela floresta e descansei tomando um café no casarão que tem dentro do Jardim. Fiz esse passeio pela manhã.

A entrada no jardim custa R$ 15,00 e aceitam somente dinheiro em espécie. Fica aberto de terça a domingo, de 8h às 17h, e às segundas, de 12h às 17h.

Para a a tarde indico uma ida a Copacapana, aliás, para a orla de Copa, pois o resto ao meu ver não vale a pena e também se fosse para cortar algo deste roteiro seria isso… mas como é um dos pontos turísticos, lá fui eu, tirar uma foto em frente ao hotel e fazer de conta que estava hospedada lá… heheh

Na foto minha com o Carlos Drummond de Andrade já se tem vista da próxima parada, claro que foi somente depois do papo desenrolar e eu me lembrar do café Colombo.

A visita ao Forte de Copacabana que hoje é denominado como Museu do Exército foi bacana pois eu nunca havia tido contato com algo assim.

Ao lado do forte fica a famosa cafeteria Colombo, onde almocei e tive uma bela impressão do lugar.

No forte a entrada varia de R$ 10,00 a R$ 45,00 dependendo dos dias e horários, veja no link o detalhamento:

https://extra.globo.com/noticias/rio/saiba-como-chegar-comprar-os-ingressos-os-horarios-da-roda-gigante-do-forte-de-copacabana-222188.html

Para o final da tarde, indico uma caminhada ou pedalada pela Lagoa Rodrigo de Freitas, o lugar é perfeito;

dsc00127

 

Night

Para a noite indico uma volta na Lapa e o melhor lugar é o Rio Scenarium, uma espécie de museu/bar onde há shows de samba de raiz; adorei, e olha que eu não gostava de samba…

As demais noites gastei pelo Leblon mesmo. Foi perfeito.

dsc09985
Na época a febre eram os bares da Devassa

Se tiveres uns dias a mais não deixe de curtir as orlas do Rio, Barra da Tijuca e Ipanema que são as mais próximas dali, mas hoje um motivo para eu voltar ao Rio seriam a Ilha Grande e Arraial do Cabo.

dsc09652
E assim a garota de Ipanema, opa a Frida de Ipanema se despede e deseja voltar aos ares cariocas em breve.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: